14 de fevereiro de 2021

Um Mundo Em Nós – release e ficha técnica

 

ESPETÁCULOS ONLINE   #UmMundoEmNós 

O espetáculo Um Mundo Em Nós é inédito e faz parte do álbum homônimo que será lançado em maio de 2021. Direção geral: Leo Costa e Augusto Teixeira.

Com Augusto Teixeira e Lilian Estela na interpretação vocal, o show traz uma formação clássica brasileira: violões (Leo Costa), piano (Pedro Assad), flauta (Maiara Moraes), contrabaixo (Gustavo Sato) e bateria (Vitor Coimbra). 

Gravado no  Estúdio Arsis (São Paulo), com Adonias Souza Jr e Fellipe Baldauf; Silvestre Garcia Jr. no design e operação de luz e Thales Menezes e equipe na coordenação de vídeo. 

O espetáculo é dedicado à obra do letrista e escritor cearense, Léo Nogueira, que atualmente reside no Japão. 

As apresentações ocorrerão por transmissão on-line:

25 de março a partir das 20h (acessar https://linktr.ee/UmMundoEmNos)

e  nas próximas quintas-feiras subsequentes:  1°, 8, 15, 22 e 29 de abril através dos canais do YouTube e do Facebook de Augusto Teixeira e Leo Costa, encontrados facilmente pelo link unificador https://linktr.ee/UmMundoEmNos e pela hashtag #UmMundoEmNós.

Cada apresentação traz as 13 canções (que estarão no disco homônimo com lançamento previsto para maio/21) e mais duas outras surpresas que serão alternadas. Todo o repertório de canções do letrista Léo Nogueira tem co-autoria com alguns de seus muitos parceiros e parceiras, são eles: Adolar Marin, Álvaro Cueva, Augusto Teixeira, Clarisse Grova, Daisy Cordeiro, Élio Camalle, Gabriel de Almeida Prado, Kana Aoki, Kleber Albuquerque, Leo Costa, Márcio Policastro, Marito Corrêa, Rafael Alterio, Rudy Arnaut, Sonekka, Vasco Debritto, Vicente Barreto e Zeca Baleiro.

Com duração de aproximadamente 70 minutos, o espetáculo traz um universo artístico profundamente brasileiro e plural com letras reflexivas e algumas vezes irônicas que se mesclam a estilos rítmicos variados como samba, bossa nova, baião, choro, pop moderno e baladas. 

A realização dos espetáculos tem apoio do Proac Expresso Lei Aldir Blanc por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e da Secretaria Especial de Cultura do Governo Federal.

 

REPERTÓRIO ESPETÁCULO  – “UM MUNDO EM NÓS”

  1. ANJO AVULSO (Augusto Teixeira – Gabriel de Almeida Prado – Léo Nogueira)
  2. CANTAR VOCÊ (Marcio Policastro – Zeca Baleiro – Léo Nogueira)
  3. BEM-ME-QUER (Daisy Cordeiro – Rudy Arnaut – Léo Nogueira)
  4. OITO FRANCISCOS (Élio Camalle – Adolar Marin – Léo Nogueira)
  5. NÉ? (Kana Aoki – Kleber Albuquerque – Léo Nogueira)
  6. SAMBA DO AMOR ETERNO (Léo Nogueira – Élio Camalle)
  7. NO MUNDO DA LUA (Vasco Debritto – Léo Nogueira)
  8. BALADA DO AMOR CLICHÊ (Álvaro Cueva – Leo Costa – Léo Nogueira)
  9. OS PORQUÊS (Sonekka – Léo Nogueira)
  10. HIROSHIMA (Clarisse Grova – Léo Nogueira)
  11. TORÓ (Vicente Barreto – Léo Nogueira)
  12. SEM-FIM (Rafael Alterio – Léo Nogueira)
  13. UM MUNDO EM NÓS (Marito Corrêa – Léo Nogueira)
  14. O POETA E O CANALHA (Léo Nogueira – Daniel Ramos – Luísa Triñanes)
  15. TUDO NOVO (Augusto Teixeira – Leo Costa – Leo Nogueira)

 

FICHA TÉCNICA ESPETÁCULO

Augusto Teixeira voz, violão e percussão
Lilian Estela voz e percussão
Leo Costa violões
Pedro Assad piano e teclado
Maiara Moraes flauta
Gustavo Sato contrabaixo
Vitor Coimbra bateria e percussão
Adonias Souza Jr técnico de som
Silvestre Garcia Jr iluminador cênico
Thales Menezes video e foto

 

SOBRE O ÁLBUM “UM MUNDO EM NÓS”

Com lançamento previsto para maio de 2021, o álbum “Um Mundo em Nós” iniciou-se em agosto de 2019 por iniciativa dos músicos e produtores Augusto Teixeira e Leo Costa, com o objetivo de realizar o primeiro álbum do letrista Léo Nogueira. Ambos trabalharam juntos anteriormente no primeiro álbum de Augusto intitulado “Estação Felicidade” que trazia canções do letrista, ficando entre os melhores álbuns de 2018 pelo site Embrulhador e tendo uma boa circulação de shows por várias cidades, principalmente no interior paulista.

“Um Mundo em Nós” busca, na coletividade, a exaltação à canção e à música brasileira, resultado da colaboração entre dezoito parceiros de composição de Léo Nogueira,  quatorze músicos e vinte intérpretes participantes.

A seleção do repertório buscou unir camadas de pluralidade artísticas e musicais e também conectar gerações diferentes de compositores, intérpretes e musicistas em obras inéditas e autorais.

Nesse sentido, o projeto de gravação do álbum se fortaleceu e conseguiu ser produzido de forma bastante colaborativa e independente, sem perder em qualidade.  Foram feitas sessões de gravação em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Ceará. E mesmo durante a pandemia, em 2020, o projeto não parou e vozes como a de Zeca Baleiro, Kleber Albuquerque, Érico Baymma, por exemplo, conseguiram der captadas diretamente de seus home estúdios.

Ancorado na tradição da canção da MPB, o disco traz diferentes estéticas musicais combinadas: a música instrumental (com fortes representantes como a flautista Maiara Moraes e o pianista Pedro Assad, por exemplo); as baladas pop (em músicas como “Anjo Avulso” e “Cantar Você”); e a organicidade na formação acústica da banda, captada em um estúdio de referência na área, o Arsis. Estes aspectos combinados especialmente à lírica das letras reforçam possibilidade de dinâmicas e texturas nos arranjos, das mais sensíveis (momentos intimistas e delicados) às mais fortes, com refrões expressivos e bem preenchidos sonoramente, podendo criar contrapontos estilísticos com os cantores.

Autor de poemas, contos publicados em coletâneas e dois romances – “Filho da preta!” (2014, Editora Reformatório) e “A Confraria dos Mascarados” (2019, Sopa de Letrinhas), além de editor do blogue “O X do Poema”, no qual escreve contos, crônicas e opiniões, Léo Nogueira nasceu em 1971 em Senador Pompeu, no Ceará, mas cresceu na capital paulista e, atualmente, reside em Tóquio, Japão. Em suas letras de música, aborda as contradições filosóficas tanto autobiográficas quanto universais em um estilo entre o cronista e o poeta

 

SOBRE OS INTEGRANTES

AUGUSTO TEIXEIRA

Compositor, cantor e violonista. Natural de Jundiaí, estudou violão popular canto e violão popular pela EMESP, em São Paulo, além de ser formado em Filosofia em 2007 pela UNESP. Participou de diversos grupos musicais dos gêneros forró, samba e choro. Em 2011, mudou-se para São Paulo, onde teve contato com grandes musicistas e compositores. Isso contribuiu para que produzisse e arranjasse seu primeiro CD intitulado “Estação Felicidade”, juntamente com Leo Costa. Este disco que contou com a participação de Zeca Baleiro e Ceumar, foi classificado na 11a. posição entre os Melhores de 2018 pelo site Embrulhador. Realizou espetáculos de lançamento deste CD com banda em várias cidades, principalmente no interior paulista. Atualmente está em processo de finalização de seu segundo CD, “Um Mundo em Nós”, com músicas de Léo Nogueira e parceiros. Neste trabalho, Augusto Teixeira assina os arranjos e a produção juntamente com o violonista e arranjador Leo Costa. Também é o intérprete principal, sendo que em todas as canções do disco, há participação de convidados, entre os quais estão Zeca Baleiro, Virgínia Rosa, Ilessi, Chico Salem, entre outros. Além deste trabalho, o artista prepara o seu próximo projeto, “Sonhos”, que tem no repertório canções autorais sobre esta temática.

 

LEO COSTA

Violonista, compositor, arranjador e produtor.  Produziu seu primeiro álbum “Leo Costa”, em 2018. Produziu e arranjou os álbuns “Tempos de Canção” de Álvaro Cueva e “Estação Felicidade” de Augusto Teixeira, com participação de Zeca Baleiro e Ceumar. Recebeu o Prêmio Funarte de Música Brasileira pelo coletivo de violonistas “Comboio de Cordas”, em 2012 e é fundador do Ponto de Cultura de Torrinha-SP, centro cultural dedicado ao ensino da música, luteria e à viola caipira. Integra a Cia Raso da Catarina no espetáculo “O Circo Chegou” desde 2015, tocando, cantando e responsável pela direção musical do elenco. Lançou, em 2020, o EP com a flautista francesa Amina Mezaache, gravado no Brasil, resultado de uma parceria de quando morou em Paris e que se estende até hoje.  Está em processo de gravação do álbum “Correnteza”, que traz músicas autorais em parceria com a atriz e cantora Marina Santana no formato voz e violão Além disso, está em processo de finalização do disco “Um Mundo em Nós”, com músicas de Léo Nogueira e parceiros, que conta com a interpretação de Augusto Teixeira e mais vários artistas convidados, entre eles, Zeca Baleiro, Virgínia Rosa, Ilessi, Carla Casarim, Chico Salem, Kleber Albuquerque, entre outros.

 

GUSTAVO SATO 

Contrabaixista. Fez parte do Speakin Jazz Big Band (atual integrante do Movimento Elefantes). Acompanhou Vânia Bastos, Hector Costita, o Saxofonista Woody Witt (EAU) em sua passagem pelo Brasil em maio de 2016, tocou no festival “I love Jazz” em Belo Horizonte com David Kerr & Canastra trio no ano de 2014 e com “Benny Goodman revival” em 2015, gravou diversos discos pelo selo BAC dirigido por João Marcondes, acompanhou a diva brasileira Bibi Ferreira em seu espetáculo “Bibi canta Sinatra” no teatro Renascence, em 2014 foi contrabaixista da montagem do musical da Broadway estrelado por Cláudia Raia: “Crazy for you” de Gershwin no teatro Bradesco e com Stella Mirando fez o musical “Miranda por Miranda” em 2015, tocou no Painel Instrumental com Lupa Santiago Sexteto ao lado de Daniel D’alcantara, Vitor Alcântara, Cássio Ferreira e Nenê, também com Lupa acompanhou durante 2013 a passagem pelo Brasil de Adonis Rose (EUA), Didier Lockwood (França), Benoît Sourisse (França), André Charlier (Bélgica), Michael Küttner (Alemanha) e Jan de Hass (Bélgica). Atualmente se prepara para gravar o segundo disco de David Kerr & Canastra trio, integra o Ricardo Castellanos Trio (Cuba), toca no projeto “Cosmopolita” que lançou seu primeiro disco em 2018 e grava frequentemente trabalhos para o Selo BAC, entre outros.

 

LILIAN ESTELA

Cantora e compositora paulistana. Formou-se em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), mas apenas na música descobriu sua grande devoção. Atua como cantora desde 2008, figurando em casas tradicionais e centros e culturais da cidade de São Paulo, bem como unidades do SESC-SP. Destacam-se projetos como “Lilian Estela reverencia Bethânia” e “Doce Pimenta”, este em homenagem à cantora baiana e aquele à Elis Regina, ambos com ativa circulação e aceitação do público. Fez parte de diversos projetos de compositores contemporâneos em ascensão na música brasileira (como Thadeu Romano e, mais recentemente, Augusto Teixeira) e em setembro de 2018 foi vencedora do Prêmio de Melhor Intérprete do tradicional Festival de Música Popular da cidade de Avaré (FAMPOP). Atualmente, prepara-se para gravar seu primeiro disco.

 

MAIARA MORAES 

Flautista de Florianópolis, passou pelo Conservatório de Tatuí, pela EMESP e por professores particulares em Buenos Aires e São Paulo. Graduou-se em licenciatura pela UDESC e no mestrado em música pela UNICAMP. Participou de vários grupos musicais e de gravações juntamente com grandes nomes como Proveta, Arismar do Espírito Santo, Arrigo Barnabé, da Orquestra Mundana e Orquestra Mundana Refugi. Em 2018 lança seu álbum “Maiara Moraes Quarteto”, “Nós” e, em 2019, seu segundo álbum, “Cabeça de Vento”.

 

VITOR COIMBRA

Baterista e percussionista. Iniciou seus estudos de Bateria e Percussão Popular ingressando na Escola do Auditório Ibirapuera, em São Paulo/SP. Lá, teve aulas de 11 de Bateria com Celso de Almeida e Lael Medina entre 2009 e 2012, de Percussão Popular com Beto Montag entre 2009 e 2010 e finalizou o curso de Harmonia Popular com Amador Longhini Jr.. Estudou também na Emesp Tom Jobim com Realcino Lima Filho (Nenê) em 2011 e 2013, com Lilian Carmona em 2012 e José Carlos Silva em 2014 e 2015. Fez parte, em 2013, do Grupo de Percussão Popular liderado por Edu Ribeiro. Participou de workshops com Dom Famularo (USA), Lenny White (USA), Trio Corrente, Pau Brasil, Joshua Redman Trio, Marcus Miller, entre outros. Baterista da Orquestra Furiosa do Auditório, sob as regências de Nailor Azevedo “Proveta” e José Roberto “Branco”, onde já tocou em diversos palcos como Auditório Ibirapuera, Itaú Cultural, Auditório Belgrano (Buenos Aires), Auditorium Sala Piazzolla (Mar del Plata), Cidade das Artes (Rio de Janeiro), Galeria Olido, entre outros.  Teve a oportunidade de acompanhar, junto à orquestra, grandes artistas e grupos como Elza Soares, Fabiana Cozza, Quinteto em Branco e Preto, Banda Mantiqueira, Laércio de Freitas, Z”África Brasil, Jair Rodrigues, Edson Montenegro, Renato Braz, Dori Caymmi, Toninho Ferragutti e fez parte da gravação do Sambabook de Zeca Pagodinho tocando com Rildo Hora.

 

PEDRO ASSAD

Pianista, compositor e arranjador, Pedro Assad é formado pela Escola de Música de Brasília (1994-2002) e pela Unicamp em Piano – Bacharelado (2003-2007), atua em diversos shows na cidade de São Paulo e região, bem como na rede SESC do Estado de São Paulo e em outros estados do Brasil. Atualmente tem se apresentado com os artistas e grupos Joana Flor e os Ervas Daninhas, Taís Gomes, Os Corvos e Pedro Assad + 2 Trio. Dentre os principais trabalhos lançados estão: Pedro Assad e Meretrio “Álbum Na Cozinha” (2010); “Café Tango toca Astor Piazzolla (2013)” e “Bora Barão Baile (2014)”. Como Solista Convidado atuou no Espetáculo TRIBUTO AO TOM com a Jazz Sinfônica de Americana no Teatro Municipal de Americana e na Ópera infantil La Belle Lisse Poire Du Prince Du Motordu, de Jean-Luc Michel e Michéle Bernard, na Aliança Francesa de Campinas.

 

SILVESTRE GARCIA JR

Iluminador cênico começou sua carreira em 1989 no Teatro Anchieta do SESC Consolação. Foi diretor técnico dos teatros Cultura Artística e Santa Cruz. Criou o desenho de luz para diversos espetáculos, na dança trabalhou com o ballet Cisne Negro (1998) e outros, e no teatro iluminou Honra (2000), Mammy vai à Lua (2008), Castelo Rá-Tim-Bum (2009) entre tantos outros. Em 2006 torna-se o Iluminador Criador residente do Teatro FECAP, especializado em MPB, desde então trabalha tanto com 12 de 15 jovens músicos quanto com nomes consagrados da música brasileira e mundial. Alguns desse artista são: Mônica Salmaso, Fabiana Cozza, 5aSeco, Buika, Bruna Caram, Badi Assad, Orquestra Arte Viva, Tânia Maria, Flaira Ferro, César Camargo Mariano e Chick Corea.

 

ADONIAS SOUZA JR

Músico, produtor musical e engenheiro de áudio. Com formação em música, eletrônica e física (EMBAP, UFPR e Unicamp) trabalha há mais de 20 anos no mercado de áudio voltado à produção de CDs e em projetos acústicos e de sistemas de sonorização.  Entre os mais de 750 CDs produzidos, têm destaque os CDs de MPB4 (Contigo Aprendi), Fabiana Cozza (O Samba é meu dom, Quando o céu clarear e Fabiana Cozza) – o último ganhador do Prêmio da Música Brasileira; de Toninho Ferragutti (O sorriso da Manu, Como manda o figurino e Nem sol, nem lua, Comum de dois) – com indicação ao Prêmio Tim de música instrumental.

 

 

VÍDEOS

  • TEASER “Um Mundo Em Nós – Espetáculo Musical”

  • #01. ANJO AVULSO (prévia – CD Um Mundo em Nós)

  • #02. BEM-ME-QUER (prévia – CD Um Mundo Em Nós)

  • “Oito Francisco” (Adolar Marin, Élio Camalle e Léo Nogueira) – Um Mundo Em Nós – espetáculo musical

  • Sem-Fim (Rafael Altério e Léo Nogueira)

  • Os Porquês (Sonekka e Léo Nogueira)

 

CONTATOS E REDES SOCIAIS

LEO COSTA

  e-mail : leonardodelacoleta@gmail.com
  site: http://www.leocosta.mus.br
  instagram: @leocostamus
  facebook: @leocostamusic
  youtube: leonardocostamusic
  whatsapp: (11) 98770-8958

 

AUGUSTO TEIXEIRA

  e-mail : augustoteixeiraoficial@gmail.com
  site: http://augustoteixeira.com.br/
  instagram: @augustoteixeira
  facebook: @augustoteixeiraoficial
  youtube: augustoteixeiraoficial
  whatsapp: (11) 98558-6555