11 de abril de 2020

biografia

Violonista brasileiro, natural da cidade de Torrinha (SP), Leo Costa possui sólido trabalho como compositor, instrumentista, arranjador e produtor há mais de 15 anos. Com shows em São Paulo e Paris seu trabalho recebeu elogios de importantes referências da música brasileira como Swami Jr., Filó Machado, Marco Bosco, Ulisses Rocha, Ivan Vilela e Tavito.

Seu primeiro álbum “Leo Costa” (2018), traz tanto o lado solista do compositor como o seu trabalho em grupo: ao lado do baterista Rodrigo Digão Braz e do baixista Marcos Paiva com participação da francesa Amina Mezaache e do violonista Muari Vieira.

Produziu e arranjou vários álbuns como “Tempos de Canção” do compositor Álvaro Cueva e “Estação Felicidade” de Augusto Teixeira, com participação de Zeca Baleiro e Ceumar.

Recebeu o Prêmio Funarte de Música Brasileira pelo coletivo de violonistas “Comboio de Cordas“, em 2012, e é fundador do Ponto de Cultura de Torrinha-SP, centro cultural da sua cidade natal dedicado ao ensino da música, luteria e à viola caipira.

Integra a Cia Raso da Catarina no espetáculo “O Circo Chegou” desde 2015, tocando, cantando e responsável pela direção musical. A trupe  se apresenta continuamente desde então principalmente para um público com menos acesso à espetáculos, na periferia da cidade de São Paulo e pequenas cidades do interior.

Lançou, em 2020, o EP com a flautista francesa Amina Mezaache , gravado no Brasil, resultado de uma parceria de quando morou em Paris e que se extende até hoje. 

Está em processo de gravação do álbum “Correnteza”, que traz músicas autorais em parceria com a atriz e cantora Marina Santana no formato voz e violão. 

Também está em processo de finalização da produção do disco “Um Mundo em Nós“, com músicas do letrista Léo Nogueira e parceiros e co-produção de Augusto Teixeira,  que conta com mais de 40 artistas (entre músicos, técnicos e fotógrafos) e traz participações de cantores como Zeca Baleiro, Virgínia Rosa, Ilessi, Carla Casarim, Chico Salem, Kleber Albuquerque, entre outros.

Entrevista Autobiográfica para a Revista Ritmo Melodia (2020)

Biografia completa

>>english

Leo Costa is a brazilian acoustic guitarist with a solid work as a composer, instrumentalist, arranger as well as music producer for over 15 years. His production has been praised by important brazilian musical references as Swami Jr., Filó Machado, Marco Bosco, Ulisses Rocha, Ivan Vilela e Tavito.

“Leo Costa” (2018) is his first album with live recorded studio tracks and video-clips. It shows both individually and ensemble formation playing with excellent musicians: Rodrigo Digão Braz (drums), Marcos Paiva (bass) Amina Mezaache (flute) and Muari Vieira (acoustic guitar).

Leo has been produced some brazilian contemporary songsingwriters’ albums like  “Tempos de Canção” (Álvaro Cueva) and “Estação Felicidade” (Augusto Teixeira) featuring Zeca Baleiro, Ceumar and Alexandre Ribeiro.

He has also received from the brazilian government the award “Prêmio Funarte de Música Brasileira” with his acoustic guitar collective called  “Comboio de Cordas”. In his hometown he is one of the founders of “Ponto de Cultura de Torrinha”, that consists in musical education, a small guitar orchestra and workshops for building handmade ‘rustic’ guitar (viola caipira).  

Leo is a member of Cia Raso da Catarina, a Brazilian circus company, where he acts as musical director, guitar player and arranger in the show “O Circo Chegou”. 

In 2020 release the EP “Amina Mezaache & Leo Costa”, a partnership with french flutist Amina which began in 2014 in France and was recorded after in Brazil.

He’s currently working on a new album called “Um Mundo Em Nós” in a partnership with Leo Nogueira and Augusto Teixeira. The project presents songs of Leo Nogueiras’s partners bringing more than 40 guests and musical professionals as Zeca Baleiro, Virgínia Rosa, Ilessi, Carla Casarim, Chico Salem, Kleber Albuquerque, among others.

Interview for Ritmo Melodia’s Magazine (2020)

Full biography.